top of page
  • Paola Antony

T.R.I.N.T.A

Teatro Caleidoscópio comemora 30 anos com peça-concerto.

 

Paola Antony

 

 

Página da história do teatro Brasiliense, o Coletivo Caleidoscópio, criado em 1994 pelo ator e diretor André Amahro, volta aos palcos com o espetáculo T.R.I.N.T.A, uma peça-concerto especialmente concebida para celebrar 30 anos de existência e resistência deste Coletivo, que nasceu como um projeto de pesquisa teatral como nos fala André Amahro.

 

“Esse projeto nasceu em 1994. Eu digo ‘projeto‘ porque a princípio não era um grupo de teatro, era uma oficina, uma pesquisa da linguagem teatral. Uma pesquisa independente, nasceu como curso de extensão da faculdade Dulcina de Moraes e, de lá pra cá, nós produzimos 24 espetáculos. O último foi em 2016. O espetáculo se chamava Trinta Gatos e um Cão Envenenado, que é uma peça baseada no texto de Geraldo Lima, um dramaturgo daqui de Brasília. De 2016 pra cá nós não fizemos nada. Eu achava até que essa história tinha acabado, mesmo porque o grupo se dispersou. Mas lembramos que esse ano completa 30 anos do Teatro Caleidoscópio e aí resolvemos fazer alguma coisa. Na verdade, é um grande pretexto pra gente reaver amizades, pra gente se reencontrar, pra gente relembrar as boas coisas que a gente viveu nesses anos todos e aí, surgiu esse espetáculo que se chama T.R.I.N.T.A”.

 

T.R.I.N.T.A é uma criação coletiva que usa o formato de show para contar a história de artistas que fizeram do teatro a sua arte e o seu ofício, atravessando questionamentos, angústias e alegrias. As histórias, embaladas por composições autorais, partem de testemunhos íntimos dos atores e de ficções livres.

 

André Amahro nos explica do porquê do formato em show:

 

“T.R.I.N.T.A é um espetáculo que tem esse formato de show porque, ano passado, eu e a Vanessa, uma das atrizes do grupo e do espetáculo, fizemos umas apresentações musicais cantando minhas composições. Foi muito bacana. E esse gosto pelo cantar, por estar cantando no palco, nos deu muita inspiração pra fazer de novo. Por isso que a gente trouxe esse formato. Então, o espetáculo é isso, é uma formação de banda onde quatro atores também cantam, tocam, interpretam e contam suas histórias. É, além de uma peça concerto, como a gente chama, também um espetáculo testemunho.

 

No elenco de T.R.I.N.T.A estão os atores mais antigos da trupe: Vanessa Di Farias, Raquel Aló, Claudio Lago (também iluminador) e o próprio diretor André Amahro, que também empresta suas composições musicais à cena. O ator convidado Yuri Fidelis e o violonista Elias Santos, criador da trilha sonora, completam o grupo.

 

A trupe caleidoscópica com seu novo espetáculo 30 fará duas curtas temporadas. A primeira de 5 a 7 de julho, no Teatro Paulo Autran do SESC, Taguatinga Norte, e a segunda de 12 a 14 de julho, no Teatro Galpão Hugo Rodas do Espaço Cultural Renato Russo, na 508 sul do plano piloto.

 

 

INGRESSOS: R$ 50 e R$ 25

Compre INTEIRA e pague somente R$ 24,00 (60% de desconto) na compra do livro Viagem ao anel giratório  o espetáculo cênico e o espírito caleidoscópio, de André Amahro. Preço avulso do livro: R$ 60,00.

 

Bilheteria Teatro Paulo Autran (ingressos disponíveis a partir de 24/06):

 

Bilheteria Teatro Hugo Rodas (ingressos disponíveis a partir de 01/07):

 

Duração: 70 min

Classificação indicativa: 14 anos

 

A rádio Eixo conta com o fomento do FAC – Fundo de Apoio a Cultura do DF.

 




13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page