top of page
  • Yago Quiñones Triana

O Clandestino também é Rock!

O Clandestino também é Rock! Vamos dedicar o nosso espaço a um grupo de rock colombiano que revolucionou o gênero e quebrou tabus na sua época.


A seguir oferecemos a transcrição das falas explicativas do Programa, e se perdeu a emissão na Rádio Eixo, ainda pode escutar o programa na plataforma Soundcloud da rádio.

 

Nota 1

Está começando agora, aqui na Rádio Eixo, mais um programa Clandestino, lembrando que esse projeto é realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura FAC-DF e, dessa vez, vamos dedicar o nosso programa ao grupo colombiano de rock Kraken, porque o Clandestino também é Rock.

A gente começou escutando nesse programa, a música Vestido de Cristal, que foi talvez o primeiro sucesso dessa importantíssima banda colombiana chamada Kraken. Essa banda, formada na cidade de Medellín no ano de 1984, é fundamental na história da música colombiana, do Rock colombiano, do Rock latino-americano, porque começou a fazer Hard Rock em espanhol. Vocês vão perceber ao longo do programa as influências dessa banda, que entrava na onda do Rock pesado dos anos 80 e 90, mas eles inovaram fazendo uma coisa que não era muito bem vista no momento, que agora pode parecer muito simples, e que era cantar e compor música em espanhol. Temos que lembrar que estamos falando dos anos 80, aquela época na qual nos nossos países, talvez em todos os nossos países, os jovens se juntavam na garagem de casa e formavam esses grupos entre aspas barulhentos, com muita rebeldia, querendo fazer uma coisa diferente. Pois bem, naquela época estava muito na moda ser cover bands, esses grupos que faziam versões de grupos e basicamente cantar em inglês. Mas o Kraken inaugura uma nova onda de grupos e de música, um novo movimento, cantando música em espanhol compondo e fazendo Rock em espanhol. E essa música Vestido de Cristal foi talvez o primeiro sucesso nacional da banda e também internacional, e marcou, demonstrou a possibilidade de fazer Rock em espanhol.

O grupo Kraken, a partir de ali, começou a fazer uma série de sucessos e criar uma grande quantidade de fãs. Vocês poderão ter notado que o grupo Kraken é caracterizado, entre outras coisas, pela voz marcante do seu líder Elkin Ramínez, que é uma lenda na Colômbia, que é uma figura especialmente reconhecida, mas que infelizmente foi morar no bairro de cima numa idade muito jovem. Esse grupo Kraken então lança o primeiro disco depois de virar popular. Estamos falando dos anos 80, aí devemos lembrar não existia Spotify, não existia internet, e a música era divulgada basicamente pelas rádios e quando não era divulgada pelas fitas cassette que a gente conseguia achar na rua e que os grupos faziam, distribuíam entre os seus fãs e conhecidos. Aquelas fitas chamadas naquela época de demos, gravações um pouco amadoras e que faziam com que o público começasse a conhecer os artistas.

Antes de gravar o seu primeiro disco, o grupo Kraken já era conhecido a partir dessas gravações, a partir dessas fitas, e o primeiro disco de uma forma muito curiosa é gravado porque 500 pessoas assinam um documento em que se comprometendo a comprar o disco. O disco foi um sucesso e vendeu muito, muito mais do que isso. Eles assinam então com uma gravadora importante que só depois foi gravar oficialmente o disco. Então, eles começaram a ganhar um grande número de fãs, primeiro na cidade de Medellín, depois na Colômbia toda. Nessa onda, de Rock colombiano, Rock em espanhol, Rock cantado pela voz espetacular, muito particular, do Elkin Ramírez. Então, o Clandestino também é Rock, e por isso vamos continuar escutando algumas músicas dos primeiros discos do grupo Kraken, dos discos Kraken I e Kraken II, trazendo um pouco de Rock em espanhol, de Rock pesado dos anos 80, aqui no programa Clandestino da Rádio Eixo.

 

Nota 2

E continuamos o nosso programa Clandestino, Clandestino de Rock, escutando um pouco da discografia do grupo Kraken. O grupo Kraken, um grupo de rock em espanhol, surgiu na Colômbia nos anos 80, e tinha como líder fundamental o importantíssimo cantor Elkin Ramírez. Elkin Ramírez, que infelizmente morreu no ano de 2017 com 54 anos, mas que gerou uma grandíssima quantidade de fãs. Tanto assim, que o próprio grupo Kraken era conhecido como o titã do rock, às vezes de uma forma um pouco exagerada, um pouco hiperbólica. Mas às vezes o próprio Elkin Ramírez era conhecido como o titã do rock.

O Elkin Ramírez se caracteriza por essa voz bem particular. Que chega em uma tonalidade altíssima, uma voz realmente inconfundível, que talvez, se ele fosse de outra nacionalidade, se ele fosse talvez norte-americano, inglês, seria reconhecido no mundo todo, mas como muitas vezes acontece nos nossos países, é difícil lutar, é difícil competir com a indústria musical, e foi o que o Kraken fez. Então, se o Elkin Ramirez fosse talvez de outra nacionalidade, seria reconhecido no mundo todo pela sua voz, que realmente, tecnicamente, é uma voz extremamente particular. Ele dá esse tom, essa cor lírica às músicas, e realmente é inconfundível.

O grupo Kraken, depois dos seus primeiros discos, gravados finalmente por uma casa discográfica importante ao ver um grande sucesso popular que tinha a banda, foi tomando umas características um pouco mais específicas, foi adquirindo uma tonalidade e uma temática que são bem particulares. Assim, eles vão avançando no seu trabalho, fazendo um trabalho um pouquinho mais, digamos, profissional, fazendo um trabalho mais aprofundado na música e nas letras. Eles começam então a gravar uma música que tem uma tonalidade, que tem uma profundidade, digamos, política, bem particular. A gente vai continuar esse nosso segundo bloco escutando algumas músicas que exploram uma temática que será muito cara ao grupo, que é a identidade nacional, a identidade indígena, a identidade étnica como sul-americanos, como latino-americanos, como colombianos e descendentes dos povos originários.

Então, vamos escutar um pouco dessa onda temática do grupo Kraken escutando músicas, como por exemplo, Hijos del Sur, que é o disco Piel de Cobre, a própria Piel de Cobre, América, Mexica, que são músicas todas, que falam um pouco da conquista, que falam um pouco da identidade de sul-americanos e que foram feitas depois de uma exploração e depois de uma pesquisa importante que fez o grupo Kraken, pesquisando um pouco do significado das culturas ancestrais, pesquisando um pouco da mitolologia, da estética inclusive, e que denotam um pouco a capacidade que o grupo teve para refletir, e o tempo também que tinha à disposição, um pouco a profissionalização do seu trabalho. Não eram mais demos feitos de forma rápida, um pouco amadora, mas eram trabalhos um pouco mais pensados, um pouco mais conscientes e que ficam registrados nesses trabalhos um pouco mais maduros. E o programa Clandestino escutando Rock colombiano, Rock em espanhol, como sempre, na Rádio Eixo.

 

Nota 3

Continuamos o programa Clandestino aqui na Rádio Eixo, escutando um pouco da discografia, escutando um pouco da música, da história do importantíssimo grupo Kraken, grupo de Rock colombiano, que como já falamos, inovou, fazendo Rock pesado, Hard Rock, em espanhol, coisa que não se fazia. Lembremos que dentro do boom do Rock em espanhol, que aconteceu na mesma época, nos anos 80, não se acostumava muito a fazer Rock pesado, mas o grupo Kraken inova, faz Rock espanhol, compõe Rock em espanhol e quebra um pouco esse tabu da mão do importantíssimo líder do grupo, Elkin Ramirez, com sua voz totalmente inesquecível.

Elkin Ramirez, que infelizmente foi morar no bairro de cima, muito jovem, aos 57 anos, e deixou legiões de fãs que até agora choram e sofrem pela perda de seu líder, do seu ídolo. O grupo Kraken, que pode gravar vários discos com gravadoras importantes, chega talvez ao ápice da sua popularidade, ao ápice do reconhecimento, gravando junto com a Orquestra Filarmônica de Bogotá. O grupo Kraken tem essa veia de rock mais forte, mas também tem uma veia um pouco romântica, um pouco histriônica, um pouco lírica, que funciona muito bem com as suas letras e que os fãs adoravam. Por isso, eles tinham alguns projetos como o Kraken acústico, que era uma série de apresentações onde eles formavam, botavam ao vivo um formato acústico. E as gravações desses shows, as gravações ao vivo, eram muitas vezes distribuídas de forma pirata entre os fãs. A própria gravadora decide então lançar um disco ao vivo, faz uma apresentação oficial e lança um disco ao vivo, do qual escutaremos algumas faixas aqui no final do nosso programa.

E escutaremos também umas duas faixas, como Después del Final e Lenguaje de mi piel, que foi um sucesso nacional e internacional do grupo Kraken, mas dessa vez no formato de rock sinfônico, isso é, acompanhado pela orquestra de Filarmônica de Bogotá, em uns shows que foram realmente um sucesso nacional e que foram repetidos outras vezes depois com o grupo Kraken sendo acompanhado da orquestra sinfônica e os arranjos realmente muito bem conseguidos. O grupo Kraken, até hoje, ainda continua vigente, ainda continua fazendo shows ao vivo. Evidentemente a perda de Elkin Ramírez foi uma perda para todo o rock nacional, para todo o rock espanhol e sendo muito jovem talvez ficamos pensando o que ainda continuaria fazendo esse grandíssimo cantor que liderou esse grupo, que mudou muitas vezes de formação, mas sempre manteve o seu líder inconfundível, Elkin Ramírez, que realmente era a marca registrada, a marca inconfundível do grupo Kraken. Vamos continuar então fechando esse nosso programa, escutando músicas ao vivo, escutando músicas sinfónicas, Rock sinfónico do Kraken, como sempre no programa Clandestino da Rádio Eixo.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page