top of page
  • Paola Antony

Artes Visuais

Atualizado: há 2 dias



Museu da República

Setor Cultural Sul, Lote 2 próximo à Rodoviária do Plano Piloto, Brasília - DF

Instagram @museudarepublica


Aos ventos que hão de vir

— Lugar, espaço e território no acervo do MuN

Curadoria de Fernanda Lopes

15 /02 a 07/07

Mezanino

Entrada Gratuita







A exposição reúne cerca de 30 artistas brasileiros, incluindo duplas e coletivos, de diferentes gerações e mais de 30 trabalhos entre vídeo, objeto, escultura, fotografia, instalação, performance, som e projetos, selecionadas em pesquisa realizada na reserva técnica do MuN.


Zimar

Centro Cultural Vale Maranhão

Curadoria de Jandir Gonçalves, Sergileide Lima

e Reinilda Oliveira

07/3 a 2/7

Anexo Externo


Capacete, cano de PVC, pára-lamas de moto, panelas de alumínio: tudo vira arte por meio das mãos de Eusimar Meireles, o Mestre Zimar. O artesão da cidade de Matinha (MA) utiliza objetos do cotidiano para confeccionar caretas de cazumba, um dos personagens mais emblemáticos do Bumba Meu Boi de sotaque da baixada do Maranhão. Com a curadoria de Jandir Gonçalves, Reinilda Oliveira e Sergileide Lima, a exposição ZIMAR chega a Brasília com 65 caretas.



 

Casa Aerada Varjão 

Varjão, q. 01, conj. B, casa 06, Brasília - DF

Instagram @casaaeradavarjao


CONTEMPLÁVEIS DO APOGEU” 

de Thaís Kuri 

02/03 a 12/04

Entrada gratuita


Thaís Kuri vive em Brasília. É mestra em Arte Contemporânea e Licenciada em Artes Visuais pela Universidade de Brasília, e possui especialização em Gestão Pública.



Sua pesquisa revela as possibilidades criativas que os resíduos sólidos urbanos inspiram. Ao deslocar a matéria de contexto provoca no espectador a reflexão acerca da exploração predatória da natureza no ritmo desenfreado do “progresso econômico”. Resíduos, rua, catadoras e galeria confluem em obras que fazem um convite à contemplação do apogeu civilizatório, ápice de paradoxos.


Idealizada pelo casal, Andreza Barbosa, professora de Artes da Secretaria de Educação do Distrito Federal, e Miguel Simão, artista plástico e professor de Escultura da UnB, a Casa Aerada Varjão propõe-se como um local de convivência, aberto ao público, com atividades relacionadas à produção, pesquisa, ensino, orientação e exposições para toda a região do Distrito Federal.


 

CCBB

Asa sul Trecho 2 - Brasília, DF

Instagram @@ccbbbrasilia)



"Luz Æterna – Ensaio sobre o Sol"

09/02 a 05/05

Galeria 2, Galeria 4 e Pavilhão de Vidro

Entrada gratuita mediante retirada de ingressos


De entidade divina nos primórdios, ao papel crucial na criação da eletricidade, a jornada da principal estrela do universo é o fio condutor da exposição inédita “LUZ ÆTERNA – Ensaio Sobre o Sol”, que estreia no Centro Cultural Banco do Brasil.


Sete obras imersivas evocam a poética do Sol ao unir arte e tecnologia para proporcionar experiências sensoriais. Por meio de projeções digitais e instalações interativas, a exposição convida os participantes a vivenciarem a evolução e o poder deste corpo celeste, essencial à vida na terra.



A.R.L Vida e Obra


02/04 a 19/05

Entrada permitida das 09h às 20h40 | Encerramento às 21h

Ingresso: Gratuita mediante retirada de ingressos

A mostra traz a jornada do artista plástico e fotógrafo potiguar Antônio Roseno de Lima (1926-1998) a partir de seu encontro com Geraldo Porto, amigo e padrinho artístico, apresentando, entre pinturas de frente e verso e fotografias, o olhar puro e comovente de A.R.L., nome pelo qual o artista é conhecido internacionalmente.

Banco do Brasil e BB Asset, líder em fundos de investimento no país, apresentam e patrocinam A.R.L. Vida e Obra, exposição do artista potiguar Antônio Roseno de Lima, reconhecido como expoente da arte bruta brasileira.


 

Caixa Cultural

Lotes 3/4, SBS Q. 4 - Asa Sul, Brasília


Solfejo

13/4 a 25/5


Uma investigação sobre o som e a música, através de parâmetros que vão da física à espiritualidade. Esta é a proposta da exposição Solfejo do artista Felippe Moraes, que reúne obras sonoras, luminosas em néon e backlight. Além de uma série de fotografias de ondas sonoras e concertos com as músicas dos planetas.


A mostra interativa é a maior da carreira de Felippe e a primeira individual em Brasília. Os trabalhos apresentados são frutos da pesquisa sobre música feita pelo artista e convidam o público a participar se balançando, tocando e criando composições na interação com as obras.


Trazendo uma reflexão sobre a importância do som e da música na sociedade, Solfejo conta com séries artísticas que abrangem as sonoridades reproduzidas pelo corpo, pelos movimentos cósmicos e pela interação A abertura vai contar com visita mediada e bate-papo com o artista.


 

Referência Galeria de Arte

CLN 202 Bloco B Loja 11 - Asa Norte


Espaço Cultural Renato Russo

Comércio Residencial Sul 508 Bloco A - Asa Sul


Talvez busque um lugar onde já estou

latitude: -15.7801, longitude:- 47.9292 15° 46’ 48’’ sul, 47° 55’ 45’’ oeste - De Rogério Ghomes

09/03 a 13/04

Entrada franca


A mostra coloca em destaque o deslocamento como elemento fundamental para a produção do artista e os códigos verbais como um ponto de inflexão em sua pesquisa poética, partindo da frase e das coordenadas geográficas que dão nome à exposição.


 

Espaço Cultural Renato Russo



Exposição Os Cobogós da Vida – A Quadra Modelo

De 21/03 até 05/05

Galeria Parangolé


A exposição fotográfica: Os Cobogós da Vida – A Quadra Modelo, nos mostra o cotidiano da SQS 308, somente com sua arquitetura e natureza, por muitos momentos no prisma de um cobogó. No olhar amador (daquela que ama), da brasiliense Nanda Ferreira.





 

Praça Contemporânea



O projeto “Praça Contemporânea” apresenta os artistas que vão compor as duas exposições virtuais que estarão na plataforma M’art a partir de 6 de abril. Eles e elas são referência na arte contemporânea no Distrito Federal e mantém vínculos com praças de Planaltina e Ceilândia que compõem a ação.


A partir de 6 de abril.


















 

Restaurante Du Pará


Um olhar sobre o Pará


13/4 a 24/4

Exposição do fotojornalista Paulo de Araújo. A mostra, mais uma produção da Pirarucult, com 20 fotos coloridas. Elas mostram o Pará nos anos 90, sob a visão do fotografo.









 

SESI LAB


20/4 - Sábado

Aberto das 10h às 19h

Entrada gratuita!


14h: Oficina Faça você mesmo: Céu de Brasília, com Educativo do SESI Lab

Local: Varanda

Indicação livre



21/4 - Domingo

Aberto das 10h às 19h

Entrada gratuita!


11h: Oficina Faça você mesmo: Desenhando e observando Brasília, com Educativo do SESI Lab

Local: Varanda

Indicação livre


14h: Oficina Faça você mesmo: Céu de Brasília, com Educativo do SESI Lab

Local: Varanda


91 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Literatura

Cinema

Música

Comments


bottom of page