top of page
  • Paola Antony

De Ponta Cabeça

Espetáculo teatral voltado para a primeira infância traz temas do imaginário brasileiro usando a técnica acrobática do bambu

Paola Antony



Estará em cartaz de 4 a 12 de maio, no Espaço Cultural Renato Russo, o espetáculo de Ponta a Cabeça, voltado para bebês e crianças de até 7 anos de idade, que terão a oportunidade de entrar em contato com figuras, histórias e sons que habitam as lendas populares brasileiras.

 

Dirigido por Maíra Oliveira, grande artista de Brasília, “De ponta cabeça” apresenta duas crianças numa floresta, que procuram a primeira árvore plantada, em busca da história mais antiga do mundo.

 

Maira Oliveira _ “ Qual é a história mais antiga do mundo? Essa é a pergunta que paira no De Ponta Cabeça, essa peça de teatro para a primeira infância que eu dirijo e que as atrizes Tainá Baldez e Júlia Rizzo estrelam. Duas crianças vão atrás de Iroko, a árvore mais antiga do mundo, para saber qual a história mais antiga do mundo. E Iroko, a primeira árvore plantada, já está esquecida. Então a peça brinca muito com memórias, lembranças, numa jornada dessas crianças junto com Iroko e as Sacis que são as guardiãs de Iroko e que brincam e ajudam Iroko a guardar algumas memórias e a soltar as memórias que não precisam ser guardadas. É um espetáculo cheio de poesia, muito bonito, criado também a partir do desejo das atrizes de falarem de saci e de Ibejis, que são crianças gêmeas na cultura Iorubá. O Jonathan Andrade criou a dramaturgia pra esse trabalho. Ele criou um conto e, a partir desse conto, a gente foi criando a nossa peça, que está muito linda e muito cheia de poesia”.

 

A encenação teatral do espetáculo “De Ponta Cabeça” é calcada nas técnicas acrobáticas do bambu, fruto de oficina realizada com Poema Mühlenberg. Técnica desenvolvida no Brasil, e que abre um leque de possibilidades cênicas. 

 

 

Maíra Oliveira _ “Muitas histórias, muitas lendas de Saci dizem que ele nasceu de dentro do oco do bambu. Em algumas lendas, ele fica sendo gestado dentro do bambu durante 7 anos, nasce e vive durante 77 anos. Então, cada vez que a Poema ia falando pra gente sobre o bambu, a gente via o quanto tinha ligação com o Saci. O oco do bambu, na cultura japonesa, por exemplo, é o lugar mais puro do mundo, onde os anjos moram, de onde os anjos nascem. E assim é aqui também na América Latina, com o mito do Saci. Portanto, além da vontade e curiosidade das atrizes de fazerem acrobacia no bambu, tinha também toda uma ligação com essa história, esse personagem que elas estavam querendo trazer para a cena”.

 

De ponta a Cabeça ficará em cartaz na Sala Multiuso do Espaço Cultural Renato Russo até o dia 12 de maio, sempre aos sábados e domingos, às 11 da manhã e às 4 da tarde. Sessões especiais nas manhãs do dia 5 (para crianças do espectro autista) e dia 12 (com tradução em Libras). A entrada é franca, mediante retirada de ingressos uma hora antes, na bilheteria do teatro.

 

O Espaço Cultural Renato Russo fica localizado na 508 sul.

 

A rádio Eixo conta com o fomento do FAC – Fundo de Apoio à Cultura do Distrito

Federal.


Para escutar a matéria clique no link:



 

20 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page